Menu fechado

Tag: concurso da Polícia Federal

Colocação dos pronomes átonos

Colocação dos pronomes átonos:

 

Os pronomes oblíquos átonos são:

Singular: me, te, o, a, lhe, se.

Plural : nos, vos, os, as lhes, se.

Eles podem ficar em posições diferentes em relação ao verbo:

Regência verbal e nominal

Regência nominal e verbal

A regência estuda as relações e subordinação entre um nome (ou um verbo) e seus complementos. a

Sua função é estabelecer relações entre as palavras, fazendo com que a criação de frases não tenham duplo sentido, sendo corretas e claras.

A regência pode ser verbal ou nominal

Inquérito policial: Valor probatório

Valor probatório

A doutrina, de forma unânime, confere pouco valor probatório ao inquérito policial.

Significa dizer que as provas nele reunidas não se prestam, por si sós, para fundamentar uma sentença condenatória, sendo necessária, portanto, a repetição em Juízo de algumas das provas produzidas.

Inquérito policial: Finalidade

Inquérito policial: Finalidade

Sua finalidade é a investigação do crime e a descoberta do seu autor, com o fito de fornecer elementos para o titular da ação penal  promovê-la em juízo, seja ele o Ministério Público, seja o particular, conforme o caso.

Funções Administrativas: Organização

Funções Administrativas: Organização

A administração é uma atividade executada por pessoas que possibilita alcançar o objetivo de uma organização previamente definido, de forma eficaz com maior eficiência.

Funções Administrativas:

Planejamento

Organização

Direção

Controle

Inquérito policial: Natureza

Inquérito policial: Natureza

De acordo com Renato Brasileiro (2015), trata-se de um procedimento de natureza instrumental, porquanto se destina a esclarecer os fatos delituosos relatados na notícia de crime, fornecendo subsídios para o prosseguimento ou o arquivamento da persecução penal. De seu caráter instrumental sobressai sua dupla função: a) preservadora: a existência prévia de um inquérito policial inibe a instauração de um processo penal infundado, temerário, resguardando a liberdade do inocente e evitando custos desnecessários para o Estado; b) preparatória: fornece elementos de informação para que o titular da ação penal ingresse em juízo, além de acautelar meios de prova que poderiam desaparecer com o decurso do tempo.

Crimes contra a fé pública

Crimes contra a fé pública

Os crimes contra a fé pública são aqueles atos humanos que ferem a autenticidade e a soberania do Estado de Direito. São incapazes de produzir documentos que garantem direitos sociais e econômicos típicos e exclusivos do Poder Público. O crime é definido como uma conduta típica, antijurídica e culpável que gera um resultado danoso a algum bem jurídico, público ou privado, e nesse tipo criminoso o bem jurídico atingido é a fé pública.

Fé Pública: confiança geral na legitimidade de algo, necessária à vida social. Falsum é o meio pela qual se faz lesar a fé pública. Vejamos os requisitos para configuração destes crimes: