Menu fechado

Pontuação

A ortografia oficial de uma língua é o conjunto de regras e padrões que definem a forma correta de escrita das palavras (emprego das letras), bem como o uso correto dos sinais de acentuação, emprego do sinal indicativo de crase e dos sinais de pontuação.

Nesta postagem veremos sinais de pontuação e no final dela tem links para as postagens sobre emprego das letrasacentuação gráfica e emprego do sinal indicativo de crase.

Caso preferir, no vídeo abaixo tem esta postagem em áudio e vídeo

 

SINAIS DE PONTUAÇÃO

Acentuação gráfica

Emprego da acentuação gráfica

A ortografia oficial de uma língua é o conjunto de regras e padrões que definem a forma correta de escrita das palavras (emprego das letras), bem como o uso correto dos sinais de acentuação, emprego do sinal indicativo de crase e dos sinais de pontuação.

Nesta postagem veremos o emprego da acentuação gráfica e no final dela tem um link para as postagens sobre emprego das letras, emprego do acento indicativo de crase e pontuação

Caso preferir, no vídeo abaixo tem esta postagem em áudio e vídeo

Acentuação Gráfica

A acentuação gráfica estuda os acentos gráficos (agudo, grave e circunflexo). Ela é relacionada com a intensidade das sílabas das palavras. Quando ela tem mais intensidade ela é tônica e quando tiver menos intensidade ela é átonas.

O acento gráfico é apenas um sinal de escrita e não deve ser confundido com o acento tônico.

Exemplo: Simpática

Sim--ti-ca A sílaba em destaque tem mais intensidade, então ela é a sílaba tônica, levando então o acento tônico.

As outras sílabas de menor intensidade são as sílabas átonas.

Acentos gráficos

Acento agudo (´): Sílaba tônica com som aberto. Ex.: sábia

Acento circunflexo (^): Sílaba tônica fechada. Ex.: fêmur

Acento grave (`) Indica que há crase, ou seja, função de fusão (contração da preposição a com outra palavra). Ex.: àquele (a + aquele)

Analisaremos agora como é feita a acentuação gráfica, lembrando que houve um acordo ortográfico em 1990 e que está em uso desde 2009, mas que passou a ser obrigatório a partir de 2016. As regras aqui expostas já estão dentro do acordo.

Tipos de palavras ou sílabas:

Oxítonas

As palavras oxítonas são aquelas em que a última sílaba é tônica (maior intensidade). Elas podem ser acentuadas com o acento agudo e o circunflexo.

Acentuação das palavras oxítonas

1. Recebem acento agudo se terminadas em vogais tônicas abertas (a), (e) ou (o) seguidas ou não de (s).

Exs.: Café, cipó(s), até e pontapé(s)

2. Recebem acento agudo terminadas em ditongo nasal EM e ENS

Exs: Harém e haréns

3. Recebem acento agudo as palavras oxítonas terminadas com os ditongos abertos (éi), (éu) ou (ói), seguidos ou não de (s).

Exs.: Papéis, chapéu e herói

4. Recebem acento circunflexo as palavras terminadas nas vogais tônicas fechadas que se grafam (e) ou (o), seguidas ou não de (s)

Ex.: Português

5. Recebem acento circunflexo os verbos com pronome clítico (pronome pessoal átono de uma só sílaba) terminada em vogal fechada “e” ou “o”.

Ex.: Retê-lo(s)

6. Podem receber o acento circunflexo ou átono as palavras derivadas do francês e terminadas com a vogal (e).

Ex.: Croché ou crochê

Paroxítonas

As palavras paroxítonas são aquelas em que a penúltima sílaba é tônica (maior intensidade).

Acentuação das Palavras Paroxítonas

1. Recebem acento agudo as paroxítonas que terminam em l, n, r, x, s, i, is, um, uns, us, ps, ã, ão, ãos e ei e eis

Exs.: Réptil e hífen, córtex, fórum, bíceps, órgão e jóquei

2. Recebem acento circunflexo as palavras que contêm, na sílaba tônica, as vogais fechadas “a”, “e”, “o”. “ão(s)”, “eis (s)” ou “us” e que terminam em “l”, “n”, “r”, “x”.

Exs.: Cônsul, têxtil. Zângão e ânus.

ATENÇÃO: Com o novo acordo ortográfico, muitas palavras paroxítonas que eram acentuadas não são mais. Palavras com oi, ei, i, u, oo, ee,

Exs.: boia, joia, alcateia, feiura, abençoo, voo, deem, leem,

Proparoxítonas

As palavras proparoxítonas são aquelas em que a antepenúltima sílaba é a tônica (maior intensidade).

Acentuação das Palavras Proparoxítonas

Todas as palavras proparoxítonas são acentuadas

1. Recebem acento agudo quando a sílaba tônica é vogal aberta.

Exs.: Plástico, último e pássaro.

2. Recebem acento circunflexo quando a sílaba tônica é vogal fechada

Ex.: Cânfora e acadêmico.

Acento diferencial

A partir do Novo Acordo Ortográfico, alguns acentos diferenciais continuaram, mas outros deixaram de ser usados.

As palavras Pêra, pêlo, pólo e pára não se acentua mais ficando assim: pera, pelo polo e para.

Palavras compostas com o verbo parar: Para-choque e para-raios

Forma de bolo: Apesar de ser opcional a acentuação (fôrma), deve-se evitar.

Ainda se acentua as palavras:

Pôr (diferente da preposição por)

Ex.: Ele vai pôr a mesa aqui?

Pôde (Poder, Passado e presente (pode))

Ex.: Ela não pôde assistir ao filme ontem, mas pode assistir hoje.

Verbos ter e vir e seus compostos

Ex.: Elas vêm aqui; ela vem aqui.
Eles têm fome; ele tem fome.

Trema

O trema é um sinal gráfico auxiliar, ou seja, não é acento gráfico.

Com o novo acordo ortográfico ele não é mais usado, com exceção dos substantivos próprios estrangeiros e das palavras derivadas delas.

Exs: Gisele Bündchen e Müller

 

Para completar seus estudos sobre ortografia veja também as seguintes matérias: emprego das letras, emprego do acento indicativo de crase e pontuação.

Ortografia

Domínio da ortografia oficial

A ortografia oficial de uma língua é o conjunto de regras e padrões que definem a forma correta de escrita das palavras (emprego das letras), bem como o uso correto dos sinais de acentuação, uso do acento indicativo de crase e dos sinais de pontuação. As regras ortográficas têm como base características etimológicas e fonológicas da língua portuguesa, encontrando-se convencionadas em acordos ortográficos.

Caso preferir, no vídeo abaixo tem esta postagem em áudio e vídeo

Nesta postagem veremos o emprego das Letras e no final dela tem links para as postagens sobre acentuação gráfica, uso do acento indicativo de crase  e pontuação

 

Emprego das letras

Direito Penal para concursos 2020

Coloquei nesta postagem todas as matérias de Direito Penal do site em ordem alfabética e exatamente como são pedidas nos editais para facilitar a localização e estudos.

Crime consumado e tentado

Crime doloso e crime culposo

Crime e contravenção

Crimes contra a Administração Pública.

Crimes contra a fé pública

Ilicitude e causas de exclusão.

O fato típico e seus elementos.

Princípios básicos do Direito Penal  e do Direito Processual Penal

Prisão – conceito, espécies;

Polícia Judiciária, persecução penal

Crime e contravenção

Crime e contravenção

Crime: É uma infração penal onde a lei estabelece pena de detenção ou reclusão, ou seja, penas mais severas, podendo chegar a 30 anos. Sua ação poderá ser pública ou privada

 

Pode ser:

Material: Crime contra patrimônio de terceiros

Formal ou legal: Infração que a lei determina reclusão ou detenção

Analítico bipartida e tripartida: Bipartida é fato típico e ilicitude

Tripartida: fato típico, ilicitude e culpável.

 

Contravenção: É uma infração penal pequena, por isso, as penas são mais leves como uma simples prisão (até 5 anos) ou multa. Sua ação pública.

Ética, princípios e valores

Ética, princípios e valores

Para entendermos os princípios e valores éticos é necessário entender o que é ética.

Ética é um grupo de princípios básicos que pretende regular a conduta e modo de agir de um grupo social.

Se preferir, no vídeo abaixo tem a postagem em áudio e vídeo:

De uma maneira mais simples, a ética estuda os costumes das pessoas em sociedade, criando princípios e valores para guiar as pessoas a terem atitudes corretas  e dentro da lei, que não interfira no direito de outras pessoas.

Hoje varias classes utilizam a palavra ética para indicar os valores de seu grupo social, como a ética médica, ética publica ou mesmo a ética de uma empresa.

A Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam as ações humanas na sociedade e seus grupos.

Arquivologia para concursos 2020

Coloquei nesta postagem todas as matérias de Arquivologia do site em ordem alfabética e exatamente como são pedidas nos editais para facilitar a localização e estudos.

Arquivística: princípios e conceitos.

Arquivos correntes, intermediários e permanentes

Arquivos correntes, intermediários e permanentes Questões de concursos

Classificação de documentos de arquivo.

Noções de documentação e arquivo

Protocolo: recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos

Protocolo: recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos Mapa Mental

Protocolo: recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos questões de concursos

Protocolo: recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos

Protocolo: recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos

 

Protocolo:

NOVO!! Protocolo: recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos Mapa Mental

NOVO!! Protocolo: recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos – Questões de concursos

 

O Protocolo compreende um conjunto de operações que possibilita o controle do fluxo documental (local por onde passa os documentos no órgão/instituição), viabilizando a sua recuperação e o acesso à informação. Portanto, Protocolo é o setor responsável pelo recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos.

Esta definição caiu no concurso da Câmara de Nova Odessa-SP em 2018 elaborada pela VUNESP.

se preferir no vídeo abaixo tem a postagem em vídeo e áudio:

O protocolo pode ser Centralizado e descentralizado