Menu fechado

Preposição

APOSTILAS OPÇÃO - O CONTEÚDO CERTO PARA SUA APROVAÇÃO

CONCURSO PC-DF 2020 SAIU O EDITAL!

APOSTILA PREPARATÓRIA BANCO DO BRASIL

APOSTILAS PARA O CONCURSO DA CÂMARA DE IMPERATRIZ - MA

Preposição:

É a palavra invariável que liga dois termos entre si, estabelecendo relação de subordinação entre o termo regente e o regido. São antepostos aos dependentes (objeto indireto, complemento nominal, adjuntos e orações subordinadas). Divide-se em:

  • essenciais (maioria das vezes são preposições): a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás;
  • acidentais (palavras de outras classes que podem exercer função de preposição): afora, conforme (= de acordo com), consoante, durante, exceto, salvo, segundo, senão, mediante, visto (= devido a, por causa de) etc. (Vestimo-nos conforme a moda e o tempo / Os heróis tiveram como prêmio aquela taça / Mediante meios escusos, ele conseguiu a vaga / Vovó dormiu durante a viagem).

As preposições essenciais regem pronomes oblíquos tônicos; enquanto preposições acidentais regem as formas retas dos pronomes pessoais. (Falei sobre ti/Todos, exceto eu, vieram).

As locuções prepositivas, em geral, são formadas de advérbio (ou locução adverbial) + preposição – abaixo de, acerca de, a fim de, além de, defronte a, ao lado de, apesar de, através de, de acordo com, em vez de, junto de, perto de, até a, a par de, devido a.

Observa-se que a última palavra da locução prepositiva é sempre uma preposição, enquanto a última palavra de uma locução adverbial nunca é preposição.

 

Quanto ao emprego, as preposições podem ser usadas em:

  • combinação: preposição + outra palavra sem perda fonética (ao/aos);
  • contração: preposição + outra palavra com perda fonética (na/àquela);
  • não se deve contrair de se o termo seguinte for sujeito (Está na hora de ele falar);
  • a preposição após, pode funcionar como advérbio (= atrás) (Terminada a festa, saíram logo após.);
  • trás, atualmente, só se usa em locuções adverbiais e prepositivas (por trás, para trás por trás de).

Quanto à diferença entre pronome pessoal oblíquo, preposição e artigo, deve-se observar que a preposição liga dois termos, sendo invariável, enquanto o pronome oblíquo substitui um substantivo. Já o artigo antecede o substantivo, determinando-o.

 As preposições podem estabelecer as seguintes relações: isoladamente, as preposições são palavras vazias de sentido, se bem que algumas contenham uma vaga noção de tempo e lugar.

Nas frases, exprimem diversas relações:

  • autoria– música de Caetano
  • lugar– cair sobre o telhado, estar sob a mesa
  • tempo– nascer a 15 de outubro, viajar em uma hora, viajei durante as férias
  • modo ou conformidade– chegar aos gritos, votar em branco
  • causa– tremer de frio, preso por vadiagem
  • assunto– falar sobre política
  • fim ou finalidade– vir em socorro, vir para ficar
  • instrumento– escrever a lápis, ferir-se com a faca
  • companhia– sair com amigos / meio – voltar a cavalo, viajar de ônibus
  • matéria– anel de prata, pão com farinha
  • posse– carro de João
  • oposição– Flamengo contra Fluminense
  • conteúdo– copo de (com) vinho
  • preço– vender a (por) R$ 300, 00
  • origem– descender de família humilde
  • especialidade– formou-se em Medicina
  • destino ou direção– ir a Roma, olhe para frente.

 

Complemente seus estudos: Classes de palavras

Dicas importantes:

 

Gran Curso Online: Milhares de videoaulas e PDF. 230 mil questões de concursos e com mais de 650 mil aprovados. Saiba porque recomendo!

 

Apostilas Opção: 26 anos no mercado, produzindo apostilas completas e atualizadas. Saiba por que recomendo! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *