Menu fechado

Arquivos correntes, intermediários e permanentes

APOSTILA SME-SP 2019 AUXILIAR TÉCNICO DE EDUCAÇÃO (ATE)

APOSTILA PARA TRF 4 2019

Arquivos correntes, intermediários e permanentes.

O ciclo de vida de um documento abrange três idades/ fases.

A primeira fase/ idade são dos arquivos correntes (valor primário) que são os documentos que são consultados com frequência e ficam próximo de que utiliza.

A segunda fase/ idade são dos arquivos intermediários (valor primário) onde os documentos são pouco usados.

A terceira fase/ idade é quando o documento não é mais usado e tem seu arquivamento definitivo e tendo um valor secundário. Normalmente ele passa a ter um valor histórico.

Arquivo Corrente:

Consta também no artigo 8º § 1º da lei 8.159 de 8 de janeiro de 1991 (Política Nacional de arquivos público e privados) o seguinte conceito: Consideram-se documentos correntes aqueles em curso ou que, mesmo sem movimentação, constituam objeto de consultas frequentes.

O arquivo corrente é aquele arquivo que ainda está em uso e ainda é utilizado com frequência, sendo importantes para as atividades da empresa e são alocados perto dos seus usuários diretos, devido à grande possibilidade de uso que apresentam, e são conhecidos também como arquivos ativos.

QUESTÃO DE CONCURSOS

Ano: 2009 Banca: CESPE Órgão: TRE-MA

Os arquivos correntes são

A formados por documentos com valor secundário.

B armazenados em depósitos centralizados, localizados distantes dos setores de trabalho onde foram acumulados.

C transferidos, após o final de sua utilização, aos arquivos permanentes, onde aguardam a destinação final.

D formados por documentos com prazos precaucionais esgotados.

E alocados perto dos seus usuários diretos, devido à grande possibilidade de uso que apresentam, e são conhecidos também como arquivos ativos.

RESPOSTA LETRA E

 

Arquivo Intermediário:

Arquivo intermediário é o conjunto de documentos originários de arquivos correntes e que estão sendo pouco usados na rotina de trabalho e são armazenados temporariamente (prazo estabelecido pelo CONARQ) até a sua destinação final, podendo ser eliminados ou arquivados permanentemente.

Consta também no artigo 8º § 2º da lei 8.159 de 8 de janeiro de 1991 (Política Nacional de arquivos público e privados) o seguinte conceito: Consideram-se documentos intermediários aqueles que, não sendo de uso corrente nos órgãos produtores, por razões de interesse administrativo, aguardam a sua eliminação ou recolhimento para guarda permanente.

 

QUESTÃO DE CONCURSO

Ano: 2015 Banca: FUNCAB Órgão: MPOG

Os arquivos intermediários distinguem-se dos arquivos das demais fases por:

A serem essenciais ao funcionamento cotidiano da organização que o produziu.

B serem constituídos de documentos em melhor estado de conservação.

C sua pesquisa ser direcionada exclusivamente ao público externo.

D terem documentos que deixaram de ser frequentemente consultados.

E ser vedada a reprodução parcial ou total dos documentos em suporte de papel.

RESPOSTA LETRA D

 

Arquivos correntes, intermediários e permanentes Questões de concursos

Arquivo Permanente:

É quando o documento não é mais usado e tem seu arquivamento definitivo e tendo um valor secundário. Normalmente ele passa a ter um valor histórico. São utilizados para consulta para saber como tudo evoluiu. São documento que já não tem utilidade administrativa, mas não podem ser eliminados.

As principais atividades dos arquivos permanentes são:

Arranjo: Sequência de operações intelectuais e físicas que visam à organização dos documentos de um arquivo ou coleção de acordo com um plano ou quadro previamente estabelecido.

Descrição: Conjunto de procedimentos que leva em conta os elementos formais e de conteúdo dos documentos para elaboração de instrumentos de pesquisa.

Preservação: Prevenção da deterioração e danos em documentos por meio de adequado controle ambiental e/ou tratamento físico e/ou químico.

Acesso: Possibilidade de consulta a documentos e informações

QUESTÃO DE CONCURSO

Ano: 2016 Banca: COMVEST UFAM Órgão: UFAM

Segundo o Conselho Nacional de Arquivos, para cumprir com suas finalidades, as principais atividades dos arquivos permanentes são:

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

VALE A PENA COMPRAR UMA APOSTILA?

TRABALHAR, ESTUDAR E PASSAR EM UM CONCURSO

A transferência, restauração, recolhimento e acesso

B arranjo, descrição, preservação e acesso

C avaliação, preservação, organização e recolhimento

D descrição, implementação, arranjo e recolhimento

E gestão, arranjo, preservação e avaliação

RESPOSTA LETRA B

Arquivos correntes, intermediários e permanentes Questões de concursos

 

QUESTÕES DE CONCURSOS

Questão 1 – Arquivologia, ciclo vital, teoria das três idades, arquivos correntes

Ano: 2009 Banca: CESPE Órgão: TRE-MA Prova: Técnico Judiciário – Área Administrativa

Os arquivos correntes são

a) formados por documentos com valor secundário.

b) armazenados em depósitos centralizados, localizados distantes dos setores de trabalho onde foram acumulados.

c) transferidos, após o final de sua utilização, aos arquivos permanentes, onde aguardam a destinação final.

d) formados por documentos com prazos precaucionais esgotados.

e) alocados perto dos seus usuários diretos, devido à grande possibilidade de uso que apresentam, e são conhecidos também como arquivos ativos.

 

Questão 2 Arquivologia, teoria das três idades, arquivos permanentes

Ano: 2014 Banca: Quadrix Órgão: SERPRO Prova: Técnico – Suporte Administrativo

Texto Introdutório para resolução da questão.

A gestão de documentos caracteriza-se pela administração da produção, tramitação, organização, uso e avaliação de documentos mediante técnicas e práticas arquivísticas, visando à racionalização e eficiência dos arquivos.

Diariamente milhares de documentos são produzidos e protocolados veiculando informações de grande valor e, após a consecução dos respectivos processos que lhes deram causa, permanecem arquivados e estão  disponíveis para recuperação das informações e preservação da memória institucional.

A guarda de documentos é uma das funções em que a tecnologia da informação vem atuando com eficiência, no sentido de resolver uma questão crucial no mundo moderno: o espaço físico para armazenar, organizar e gerenciar dados e informações.

O termo arquivo pode ser explicitado como a coleção de documentos produzidos e recebidos por entidades públicas ou privadas, ou ainda por indivíduos, no decorrer de suas atividades e conservados por si ou por quem lhes faça a vez, para eventual necessidade futura. O arquivo onde se encontram documentos cujo uso deixou de ser frequente, e que necessitam ser conservados por causa de seu valor histórico, que servem de comprovação de como os fatos evoluíram, disponíveis para consulta, é conhecido por:

a) arquivo setorial.

b) arquivo obsoleto.

c) arquivo corrente.

d) arquivo intermediário.

e) arquivo permanente.

 

Questão 3 – Arquivologia e arquivos intermediários

Ano: 2012 Banca: FCC Órgão: TRF – 2ª REGIÃO Prova: Analista Judiciário

No arquivo intermediário,

a) os documentos aguardam sua destinação final.

b) procede-se à avaliação dos documentos.

c) elaboram-se instrumentos de pesquisa.

d) não há restrição de acesso aos documentos.

e) a frequência de uso dos documentos é alta.

RESPOSTAS:

Resposta questão 1: letra e

Resposta da questão 2: letra e

Resposta questão 3: letra a

Arquivos correntes, intermediários e permanentes Questões de concursos

Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

APOSTILA PARA UFPI 2019

APOSTILAS PARA PREFEITURA DE GUARULHOS 2019

APOSTILA PARA UFPEL 2019

APOSTILA PARA UFAL 2019

APOSTILA PARA PM-SP 2019

APOSTILA PARA SME-RJ 2019

APOSTILA PREPARATÓRIA PARA INSS - TEC. SEGURO SOCIAL

CONFIRA AQUI AS MELHORES APOSTILAS DO MERCADO!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *