Menu fechado

Cultura organizacional

SAIA NA FRENTE!! APOSTILA PC-DF 2020

CONCURSOS ABERTOS NO BRASIL 2020

SAIBA POR QUE INDICO AS APOSTILAS OPÇÃO

Cultura organizacional

 

Segundo CHIAVENATO (2014)

“A cultura organizacional ou cultura corporativa é o conjunto de hábitos e crenças estabelecidos por normas, valores, atitudes e expectativas que é compartilhado por todos os membros de uma organização. Refere-se ao sistema de significados compartilhados por todos os membros e que distingue uma organização das demais.”

Caso preferir, no vídeo abaixo tem esta postagem em áudio e vídeo

Segundo Schein:

“A cultura organizacional é um padrão de assuntos básicos compartilhados que um grupo aprendeu como maneira de resolver seus problemas de adaptação externa e integração interna, e que funciona bem a ponto de ser considerado válido e desejável para ser transmitido aos novos membros como a maneira correta de perceber, pensar e sentir em relação aos seus problemas.”

 

Resumindo: A cultura organizacional é um grupo de atributos que ajudam a definir uma empresa de outra, representando a forma que seus membros se comportam de acordo com os valores da organização. Toda organização tem uma cultura organizacional própria.

 

Importância da Cultura Organizacional:

 

Motivação de seus membros, pois dá um sentimento de identidade individual e coletivo. Incentiva o empenho de todos guiando e modelando o comportamento de todos.

Uma das principais funções da cultura organizacional é regular as relações entre os membros da organização. A cultura define a tendência à solidariedade e ao associativismo, em contraposição ao individualismo e ao alheamento em relação aos interesses coletivos, diferenciando as organizações e as sociedades.

As prioridades de uma organização variam de acordo com os seus valores, elementos estes que sustentam a sua cultura. Portanto, a cultura organizacional é um elemento que serve como importante alicerce às políticas e aos processos da área de Gestão de Pessoas. Podemos então dizer que:

A cultura da organização bem definida garante coerência e consistência às ações da Gestão de Pessoas.

A forma como as equipes trabalham tem relação com a cultura da organização.

A capacidade de adaptação às mudanças tem relação com a cultura organizacional.

A cultura tem uma importante função, relacionada ao controle e à estabilidade. Controle porque propaga valores e normas para evitar comportamentos indesejados e estabilidade porque a cultura é duradoura e de difícil modificação para que não haja mudanças repentinas que possam prejudicar a organização.

 

Características da cultura organizacional

 

Inovação e Assunção de Riscos: É o nível que a empresa estimula seus membros a inovar e a assumir riscos.

Atenção aos detalhes: Qual o grau de precisão e detalhe esperado pela empresa.

Orientação para Resultados: a atenção é direcionada mais para os resultados do que aos processos empregados para seu alcance

Orientação de Pessoas/ motivação: A empresa toma decisões levando em consideração o efeito que poderá ter nos resultados das pessoas. Visa também a melhoria do ambiente de trabalho.

Orientação da equipe: A organização foca o trabalho em equipe pois acreditam que assim terão melhores resultados.

Agressividade e competitividade: É o nível de agressividade e competitividade com o qual os membros trabalham.

Estabilidade: A organização deve ser estável para poder crescer.

 

O conceito e as características da cultura organizacional são abordados pela literatura que estuda esse fenômeno nas organizações, apontando que a cultura pode ser avaliada como favorável ou desfavorável ao desempenho dos membros da organização, podendo ser mensurada por pesquisas periódicas.

A Cultura Organizacional é um conceito descritivo, ou seja, ela menciona como os membros percebem as características da organização, e não à eventuais avaliações positivas ou negativas que eles pensem a respeito destas características.

Resumindo: A cultura organizacional é um termo descritivo e não avaliativo ao contrário do clima organizacional que é avaliativo.

A cultura organizacional pode ser considerada como um passivo para a organização quando os valores compartilhados não estão em concordância com aqueles que podem melhorar a eficácia da organização.

 

Elementos/ níveis relacionados com a cultura organizacional de uma empresa:

 

Segundo Edgar Schein:

 

ARTEFATOS:

É o nível 1 da cultura organizacional. É o que vemos. É o nível mais superficial e perceptível. São as ocorrências que são observáveis como o espaço físico, produtos, serviços, símbolos, vestuário, seus heróis, mitos, histórias, lemas ritos, rituais e cerimônias.

São atividades planejadas para tornar a cultura mais visível e coesa. Seriam os processos de integração, admissão, etc.. É um padrão de comportamento na organização.

Os artefatos constituem as coisas concretas que cada pessoa vê, ouve e sente quando se depara com uma organização;

Rituais da organização: A cultura organizacional é transmitida aos colaboradores de diversas maneiras, entre as quais os rituais, que expressam e reforçam os valores fundamentais da organização. Ritos de integração encorajam e revivem sentimentos em comum que unem as pessoas e as mantêm fiéis a um sistema social. São eventos que reafirmam a correção moral das normas habituais, como por exemplo, a Festa de Natal da empresa, aniversariantes do mês, café da manhã com o presidente.

 

VALORES COMPARTILHADOS:

É o nível 2 da cultura organizacional. É o que dizem. São suas crenças e por isso, é menos perceptível.

É o modo que pensa a organização para justificar suas decisões e ações e são aceitas por todos do grupo.

Estes valores são adquiridos com o tempo e podem ter sido criadas pelos fundadores ou por seus líderes mais ativos. Os valores são definições do que é importante para atingir o sucesso. As empresas definem alguns valores que resistem ao teste do tempo.

Os valores compartilhados em muitas culturas organizacionais, geralmente são criados pelos fundadores da organização;

 

CONCURSOS ABERTOS NO BRASIL 2020

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

SAIA NA FRENTE!! APOSTILA PC-DF 2020

PRESSUPOSIÇÕES BÁSICAS:

É o nível 3 da cultura organizacional. É o que acreditam. É a essência da cultura da empresa, sendo bem mais profundo.

Nessa camada estão os sentimentos e crenças inconscientes, está o propósito da organização como um todo. São seus valores e verdades.

Muitas vezes são pressupostos que nunca foi falada ou escrita, mas são percebidas pelo grupo.

Os pressupostos básicos constituem o nível mais íntimo, profundo e oculto da cultura organizacional;

 

ATENÇÃO: Pode ser pedido em prova o seguinte:

Todas as organizações desenvolvem uma cultura, que é composta de quatro elementos segundo Maximiniano (2007):

ARTEFATO: componentes mais visíveis de uma cultura, compreendendo os veículos, a arquitetura, arranjo físico, as roupas e os produtos utilizados pelas pessoas.

TECNOLOGIA: repertório de conhecimentos utilizados pela organização e pelos funcionários para resolver problemas e transformar conhecimento e experiência em recursos, produtos e serviços.

SÍMBOLOS: podem ser materiais ou não. Comportamentos e objetos dotados de significados e que transmitem mensagens dentro da organização (linguagem, histórias, mitos, heróis – podem ser tanto personagens reais quanto imaginários – , rituais, cerimônias e alguns elementos da arquitetura e vestuário).

VALORES: estão no íntimo da cultura. Crenças, preceitos, ideologias, preconceitos e julgamentos compartilhados sobre elementos externos ou internos.

 

PERSPECTIVAS NA CULTURA ORGANIZACIONAL:

 

De modo geral, toda investigação e produção teórica a respeito de cultura organizacional assenta-se, invariavelmente, em duas perspectivas:

INTEGRADORA: Propõe a existência de uma cultura forte e única, dominando toda a estrutura de forma coesa; Todos pensam igual e lidam como os mesmos problemas com soluções idênticas.

DIFERENCIADORA: Que enfatiza a heterogeneidade existente no seio de qualquer instituição, propondo a existência de um conjunto de subculturas que se entrecruzam no cotidiano organizacional. São grupos (departamento ou equipes) ou indivíduos, dai a expressão culturas organizacionais.

 

São elementos essenciais para a gestão de cultura em uma organização pública:

I. Negociar e fixar junto aos grupos componentes da estrutura organizacional os valores e crenças compartilhados que deverão sustentar o programa de cultura da organização.

II. Desenvolver as lideranças como referenciais de fixação dos elementos culturais e multiplicadores internos.

III. Acompanhar e avaliar, quando possível, o processo através de instrumentos de pesquisa de clima e de cultura organizacional, recebendo o feedback e os subsídios necessários para a introdução de eventuais ajustes.

IV. Identificar os elementos que compõem o conjunto cultural da organização, de forma a cruzar o real e o desejado.

V. Analisar e diagnosticar o perfil cultural da empresa.

 

Tipos de culturas organizacionais

 

Segundo Cameron e Quinn

 

Cultura clã: Um valor importante é cuidar dos empregados e assegurar que eles tenham tudo aquilo de que necessitam, ajudando-os desse modo a ficar satisfeitos. O chefe é visto como um mentor aumentando o compromisso e lealdade na organização.

Cultura inovativa: Os líderes são considerados inovadores e empreendedores. A organização é criativa e dinâmica para inovar em produtos e/ou serviços;

Cultura hierárquica: Empresa burocrática e formal com regras rígidas. Seus líderes são conservadores e organizados.

Cultura de mercado: A organização é orientada para os resultados, visando cumprir o trabalho. Os membros são competitivos preocupados em vencer. Os líderes são produtores, concorrentes, difíceis e exigentes.

 

Segundo Charles B. Handy:

 

Cultura do poder

Orientado para resultados, comum em pequenas empresas e podem concentrado em uma única pessoa. São conservadores (aversão ao novo)

Normas e procedimentos: Poucos, Valor do Costume

 

Cultura dos papéis

Hierarquia bem definida. Sendo bem definidos seus papéis (funções) na organização. Pouco espaço para mudanças.

Normas e procedimentos: Múltiplos, padronizados e rígidos

 

Cultura das tarefas

Empresa criativa e flexível e aberta às mudanças.

Normas e procedimentos: Funcionais e Flexíveis.

 

Cultura de pessoas

Foca nas pessoas. Valorizam o colaborador e seu talento e ideias.

Normas e procedimentos: Individualizados e de Equipes

Dicas importantes:

 

Sei que é difícil encontrar todos os conteúdos na internet, por isso, para garantir sua aprovação eu recomendo fazer um curso online (Gran Cursos Online) ou adquirir uma apostila (Apostilas Opção).

 

Gran Curso Online: Milhares de videoaulas e PDF. 230 mil questões de concursos e com mais de 650 mil aprovados. Saiba mais!

 

Apostilas Opção: 26 anos no mercado, produzindo apostilas completas e atualizadas. Saiba mais! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *