Menu fechado

O dinheiro na era digital: blockchain, bitcoin e demais criptomoedas

CONCURSO CAIXA 2021 CURSOS, APOSTILAS E INFORMAÇÕES

APOSTILA PM-CE 2021

APOSTILA TJ-RO 2021 NÃO PERCA!!

APOSTILA POLÍCIA PENAL MG 2021

 

O dinheiro na era digital: blockchain, bitcoin e demais criptomoedas

 

ATENÇÃO: Coloquei no final do artigo/ vídeo algumas questões de concursos, que recomendo que faça todas, pois além de fixar melhor o conteúdo, você entenderá como este assunto é pedido nos concursos.

Caso preferir, no vídeo abaixo tem esta postagem em áudio e vídeo

Hoje cada vez mais a era digital está impactando a todos direta ou indiretamente falando.

Os aparelhos estão evoluindo, como os eletrodomésticos, televisões e principalmente os celulares.

Um dia desses vendo uma pesquisa ficou constatado que muitos cursos que hoje ainda estão estudando desaparecerá em poucos anos. Hoje devemos focar nosso aprendizado em habilidades digitais e empreendedorismo. Tudo está migrando para a era digital (internet), e com o dinheiro não será diferente.

Nosso dinheiro esta migrando para a era digital, sendo cada vez mais uma alternativa em relação às moedas e dinheiro de papel.

Hoje temos a moeda e dinheiro de papel (dinheiro vivo), o dinheiro de plástico (cartão de crédito) e a moeda eletrônica, que envolve todo pagamento feito pelos meios eletrônicos, inclusive internet. Todas estas moedas são regulamentadas pelo Banco Central.

 

Mas o que é um dinheiro digital?

É um dinheiro que só existe no mundo digital e é conhecida como criptomoeda ou moeda virtual ou moeda digital e não é regulamentada pelo Banco Central. A criptomoeda mais conhecida é o Bitcoin.

Acerca dos riscos ligados às chamadas criptomoedas ou moedas virtuais, o Banco Central do Brasil, em comunicado de novembro de 2017, alertou para questões relacionadas à conversibilidade e ao lastro de tais ativos, destacando que não é responsável por regular, autorizar ou supervisionar o seu uso. Assim, é correto afirmar que seu valor decorre exclusivamente da confiança conferida pelos indivíduos ao seu emissor. (caiu em concurso)

Considerando o crescente interesse dos agentes econômicos (sociedade e instituições) nas denominadas moedas virtuais, o Banco Central do Brasil alerta que estas não são emitidas nem garantidas por qualquer autoridade monetária, por isso não têm garantia de conversão para moedas soberanas, e tampouco são lastreadas em ativo real de qualquer espécie, ficando todo o risco com os detentores. Seu valor decorre exclusivamente da confiança conferida pelos indivíduos ao seu emissor. (trecho do comunicado do Banco Central N° 31.379, de 16 de novembro de 2017).

As criptomoedas são moedas virtuais, utilizadas para a realização de pagamentos em transações comerciais. Além de serem completamente virtuais, existem três características que as diferenciam das moedas regulares: descentralização, anonimato e baixo custo de transação (Fonte: Politize!). (definição caiu em concurso)

 

Características das criptomoedas:

Descentralização: Não tem um centro que controla seus preços e negociações, ou seja, não tem um órgão controlador como o Banco Central para a nossa moeda real.

Anonimato: As transações não exigem dados pessoais, dificultando o rastreamento e tributação de impostos.

Baixo custo de transação: Por ser descentralizada, ou seja, não tem uma autoridade que a controla, o custo é zero.

 

O que é Blockchain?

As inovações digitais atuais continuam a surpreender pela criatividade e impacto que determinam em diversos estratos sociais, como as presentes nas denominadas redes sociais e na Inteligência artificial, com o emprego de diversificados algoritmos. Uma funcionalidade recente bem impactante que exibe enorme potencial é a de blockchain, que consiste em uma tecnologia de registro distribuído, que visa a descentralização como medida de segurança. São bases de registros e dados distribuídos e compartilhados que tem a função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado.

Os blocos são adicionados à blockchain de modo linear e cronológico. Cada nó – qualquer computador que conectado a essa rede tem a tarefa de validar e repassar  – obtém uma cópia da blockchain após o ingresso na rede.

A blockchain funciona como um livro-razão só que de forma pública, compartilhada e universal, que cria consenso e confiança na comunicação direta entre duas partes (ou seja, sem o intermédio de terceiros). A blockchain é vista como a principal inovação tecnológica do bitcoin, visto que é a prova de todas as transações na rede.

O projeto original do blockchain tem servido de inspiração para o surgimento de novas criptomoedas e de bancos de dados distribuídos. (definição caiu em concurso)

A invenção da blockchain para uso no bitcoin tornou-o a primeira moeda digital a resolver o problema do gasto duplo sem a necessidade de envolver uma autoridade confiável ou servidor central como mediador. A blockchain remove a característica de reprodutibilidade infinita de um ativo digital. (definição caiu em concurso).

 

Bitcoin (BTC)

Entre as novidades tecnológicas, atualmente destaca-se a Bitcoin que cada vez mais atrai a atenção de investidores, bancos e entusiastas. É uma rede de pagamento online baseado em código de protocolo aberto, que teve o conceito publicado no ano de 2009, mas alcançou a popularidade a partir de 2013. Esta tecnologia digital é descrita como um item de troca via Internet, que permite realizar pagamentos eletrônicos de maneira rápida, barata e direta.

Para adquirir bitcoin você deve ir no site oficial da blockchain, onde todos os bitcoins ficam armazenados e criar uma carteira virtual. Lá existe um sistema seguro de controle e segurança para evitar transações fraudulentas. Quando você faz troca com outra carteira virtual é publicado um código no site que verifica a transação. Para adquirir bitcoins você pode comprar com moedas oficiais ou trocar por produtos ou serviços. Estas transações são feitas no site da blockchain.

Os Bitcoins tem como ponto negativo a oscilação rápida, podendo ter uma queda enorme de um dia para o outro e ser muito utilizado em atividades ilícitas.

 

Demais criptomoedas

Existem milhares de criptomoedas, mas fiz um resumo somente das principais:

Ethereum (ETH): Criada em 2015 é uma plataforma descentralizada, e não foi criada para ser uma moeda, mas é a segunda mais negociada no mundo.

Petro (PTR): Criada em 2018 é uma criptomoeda venezuelana. Apesar de ser uma criptomoeda ela foge da regra básica de não ter um controle central (governo) e não ser lastreada por recursos naturais. No caso ela é controlada pelo governo venezuelano e garantida pelo petróleo e é aceita para pagamentos de impostos, serviços públicos e etc… Ela equivale ao preço de um barril de petróleo.

Litecoin (LTC): Criada em 2011, a Litecoin é uma criptomoeda P2P (peer to peer) e é um projeto de software livre. Suas transações são mais rápidas facilitando a participação das pessoas.

Monero (XMR): Criada em 2014 ela diz que o anonimato é total (maior que a Bitcoin), ocultando qualquer dados como remetente, destinatário e quantia da transação. Criptomoeda de código aberto.

Vertcoin: Criada em 2014, ela é uma criptomoeda descentralizada que usa a tecnologia de blockchain para realizar suas transações e é conhecida como a moeda do povo. Ela é mantida por doações e sua comunidade.

Dogecoin (DOGE): Criada em 2013 é uma moeda P2P (peer to peer) de código aberto, criada depois de uma brincadeira, pois seu nome foi tirando de um meme viral de um cachorro da raça Shiba Inu, e por isso, as pessoas chamam ela de criptomoeda meme. Com o tempo ela foi firmando no mercado.

Coloquei aqui mais algumas que podem ser citadas em questões de concursos:

Cardano (ADA), Binance Coin, Tether (USDT), Polkadot (DOT), USD Coin, Solana, Ripple (XRP) e Bitcoin Cash (BCH)

 

QUESTÕES DE CONCURSOS

 

QUESTÃO 1

Ano: 2019 Banca: IADES Órgão: BRB

Com base nas características e nas possíveis aplicações para a blockchain, assinale a alternativa correta.

A A blockchain é uma lista de tamanho fixo de registros interligados a partir de criptografia, em que cada bloco contém dados relativos à transação, um timestamp e um hash criptográfico do próximo bloco.

B A blockchain é uma espécie de base de dados pública e centralizada, que é usada para registrar transações na nuvem, de forma que qualquer registro envolvido não possa ser alterado retroativamente sem a alteração de todos os blocos subsequentes.

C Mesmo que fosse possível atacar e controlar mais de 50% de uma rede verificadora de transações blockchain, não seria possível reverter transações já realizadas ou realizar gastos duplos.

D A invenção da blockchain para uso no bitcoin tornou-o a primeira moeda digital a resolver o problema do gasto duplo sem a necessidade de envolver uma autoridade confiável ou servidor central como mediador. A blockchain remove a característica de reprodutibilidade infinita de um ativo digital

E A blockchain demonstrou potencial apenas como base tecnológica para as criptomoedas, sendo, portanto, improvável que outras indústrias encontrem novas aplicações em razão das diversas limitações que apresentam.

 

QUESTÃO 2

Ano: 2018 Banca: FGV Órgão: Banestes

Acerca dos riscos ligados às chamadas criptomoedas ou moedas virtuais, o Banco Central do Brasil, em comunicado de novembro de 2017, alertou para questões relacionadas à conversibilidade e ao lastro de tais ativos, destacando que não é responsável por regular, autorizar ou supervisionar o seu uso.

Assim, é correto afirmar que seu valor:

A decorre da garantia de conversão em moedas soberanas;

B decorre da emissão e garantia por conta de autoridades monetárias;

C decorre de um lastro em ativos reais;

D é associado ao tamanho da base monetária;

E decorre exclusivamente da confiança conferida pelos indivíduos ao seu emissor.

 

QUESTÃO 3

Ano: 2019 Banca: UFRR Órgão: UFRR

As criptomoedas são moedas virtuais, utilizadas para a realização de pagamentos em transações comerciais. Além de serem completamente virtuais, existem três características que as diferenciam das moedas regulares: descentralização, anonimato e baixo custo de transação (Fonte: Politize!).

Qual das moedas abaixo não é uma criptomoeda?

A peso

B petro

C bitcoin

D monero

E dogecoin

 

QUESTÃO 4

Ano: 2018 Banca: MS CONCURSOS Órgão: SAP-SP

Qual alternativa completa corretamente as lacunas do texto?

Venezuela começa a vender sua criptomoeda, a “____________”.

Criptomoeda é vinculada ao petróleo; Maduro diz que “____________” pretende gerar um “sistema financeiro mais justo” no país.

O governo da Venezuela, liderado por Nicolás Maduro, lançou oficialmente sua criptomoeda, a “____________”, que é lastreada ao petróleo nesta quarta-feira (21). No primeiro dia de pré-venda, a moeda arrecadou US$ 753 milhões, informou Caracas.

(Disponível em https://noticias.r7.com21022018. Acesso em 22/02/2018).

A Monero

B VertCoin

C Petro

CONCURSO CAIXA 2021 CURSOS, APOSTILAS E INFORMAÇÕES

APOSTILA PM-CE 2021

APOSTILA TJ-RO 2021 NÃO PERCA!!

APOSTILA POLÍCIA PENAL MG 2021

D DigitalCash

E Gamecredits

 

QUESTÃO 5

Ano: 2021 Banca: IDCAP Órgão: Prefeitura de Pedrão – BA

As criptomoedas enfrentam dias de fortes solavancos no mercado financeiro. As moedas digitais perderam quase US$ 1 trilhão em pouco mais de uma semana, sendo 23% de queda no dia 19/05/2021. No dia 20/05/2021, porém, elas iniciam uma recuperação e já apresentam alta de 14%.

https://economia.uol.com.br/mais/ultimas-noticias/2021/05/20/

Qual a criptomoeda mais famosa?

A Dólar.

B Real.

C Bitcoin.

D PicPay

 

QUESTÃO 6

Ano: 2018 Banca: AMAUC Órgão: Prefeitura de Arabutã – SC

Entre as novidades tecnológicas, atualmente destaca-se uma criptomoeda que cada vez mais atrai a atenção de investidores, bancos e entusiastas. É uma rede de pagamento online baseado em código de protocolo aberto, que teve o conceito publicado no ano de 2009, mas alcançou a popularidade a partir de 2013. Esta tecnologia digital é descrita como um item de troca via Internet, que permite realizar pagamentos eletrônicos de maneira rápida, barata e direta.

Fonte: https://www.estudopratico.com.br

Assinale a alternativa que nomeia a criptomoeda descrita:

A Bytecon

B Papercoin

C Bitcoin

D Moneybite

 

QUESTÃO 7

Ano: 2021 Banca: Quadrix Órgão: CRQ 20ª Região-MS

Entre tapas e beijos. Essa é — ou pelo menos era — a melhor forma de se explicar a relação entre Elon Musk e o bitcoin. Ao mesmo tempo que um mero tuíte do dono da Tesla e da SpaceX é capaz de alavancar o preço da criptomoeda, suas últimas ações, na verdade, têm feito justamente o contrário. Mas ao que parece, a “relação amorosa” acabou de vez. Na noite do dia 3 de junho de 2021, as postagens enigmáticas de Elon Musk no Twitter deram lugar a uma publicação extremamente direta: a hashtag “#Bitcoin” com um coração partido.

Internet: <https://olhardigital.com.br> (com adaptações).

Como se vê, o bilionário Elon Musk tem provocado fortes variações no valor das criptomoedas. Uma dessas moedas digitais tem relação com um “meme” viralizado na época de sua criação. Trata-se do

A Binance.

B Dogecoin.

C Ripple.

D Ethereum.

E Cardano.

 

QUESTÃO 8

Ano: 2021 Banca: OBJETIVA Órgão: Prefeitura de Maripá – PR

Algumas das maiores exchanges de bitcoins brasileiras tiveram aumento no número de clientes no mês de março, o ápice – até aqui – da queda generalizada causada pela progressão global e no Brasil da pandemia do novo coronavírus.

(Site: Globo – adaptado.)

Em relação às criptomoedas, analisar os itens abaixo:

I. São moedas digitais centralizadas, ou seja, existe um único órgão responsável por controlar, intermediar e autorizar emissões de moedas, transferências e outras operações.

II. São criadas em uma rede blockchain, um sistema que permite o envio e o recebimento de alguns tipos de informação pela internet.

A Os itens I e II estão corretos.

B Somente o item I está correto.

C Somente o item II está correto.

D Os itens I e II estão incorretos.

 

QUESTÃO 9

Ano: 2018 Banca: FAPEC Órgão: UFMS

Acerca desta inovação existem cerca de 21 milhões de unidades no planeta. Ninguém jamais vai “imprimir”, criar, uma nova unidade, como acontece com dinheiro de papel. É dessa forma que a criptomoeda pretende simular o ouro. E se tornar algo imune a inflação – logo, mais atraente que o dinheiro de papel.

O jogo de imitação vai mais longe. Desses 21 milhões de unidades, só 17 milhões estão circulando. Os outros 4 milhões seguem ocultos, como se fossem um metal precioso a ser minerado. Super Interessante, edição 384 – janeiro de 2018, página 33, adaptado.

O texto apresentado refere-se à um assunto bastante atual e que vem sendo discutido em todo o mundo, inclusive no Brasil. O assunto tratado neste texto está associado à(o)(s):

A bitcoins.

B dólar americano.

C créditos de carbono.

D grama de titânio.

 

QUESTÃO 10

Ano: 2016 Banca: CONSULPLAN Órgão: Prefeitura de Venda Nova do Imigrante – ES

“Um grupo de sete bancos que inclui o Santander, o CIBC e o UniCredit anunciou um grande avanço tecnológico. Eles estão entre as primeiras instituições financeiras do planeta a movimentar dinheiro real internacionalmente usando tecnologia baseada no sistema blockchain, uma base de dados com cópias idênticas distribuídas por diferentes computadores e controlada por diferentes entidades, as partes envolvidas naquelas transações, sem um órgão que sirva de autoridade central.” (Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/07/1792668-grupo-de-bancos-adere-a-nova-tecnologia-em-transacoes.shtml. Adaptado.)

Para essas transações é necessária uma tecnologia digital que permite reproduzir em pagamentos eletrônicos a eficiência dos pagamentos com cédulas. Pagamentos assim são rápidos, baratos e sem intermediários. Utilizam uma espécie de Criptomoeda. Além disso, eles podem ser feitos para qualquer pessoa, que esteja em qualquer lugar do planeta, sem limite mínimo ou máximo de valor.

Uma das moedas virtuais utilizadas nessas transações comerciais é:

A EURO.

B SCRYPT.

C BITCOIN.

D DAGGER.

 

QUESTÃO 11

Ano: 2020 Banca: IPEFAE Órgão: Prefeitura de Águas da Prata – SP

As inovações digitais atuais continuam a surpreender pela criatividade e impacto que determinam em diversos estratos sociais, como as presentes nas denominadas redes sociais e na Inteligência artificial, com o emprego de diversificados algoritmos. Uma funcionalidade recente bem impactante que exibe enorme potencial é a de blockchain, que consiste em uma tecnologia de registro distribuído, que visa a descentralização como medida de segurança. São bases de registros e dados distribuídos e compartilhados que tem a função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado. Sobre esta inovação, assinale abaixo a alternativa que contém informação incorreta sobre a mesma:

A A blockchain funciona como um livro-razão só que de forma pública, compartilhada e universal, que cria consenso e confiança na comunicação direta entre duas partes (ou seja, sem o intermédio de terceiros).

B A blockchain cresce constantemente na medida em que novos blocos completos são adicionados a ela por um novo conjunto de registros. Os blocos não são adicionados de modo linear e cronológico, mas aleatórios e salteados num determinado espaço de tempo, o que confere flexibilidade e massividade ao sistema.

C A blockchain é vista como a principal inovação tecnológica do bitcoin, visto que é a prova de todas as transações na rede.

D O projeto original do blockchain tem servido de inspiração para o surgimento de novas criptomoedas e de bancos de dados distribuídos.

 

RESPOSTAS DAS QUESTÕES

RESPOSTA DA QUESTÃO 1 LETRA D

RESPOSTA DA QUESTÃO 2 LETRA E

RESPOSTA DA QUESTÃO 3 LETRA A

RESPOSTA DA QUESTÃO 4 LETRA C

RESPOSTA DA QUESTÃO 5 LETRA C

RESPOSTA DA QUESTÃO 6 LETRA C

RESPOSTA DA QUESTÃO 7 LETRA B

RESPOSTA DA QUESTÃO 8 LETRA C

RESPOSTA DA QUESTÃO 9 LETRA A

RESPOSTA DA QUESTÃO 10 LETRA C

RESPOSTA DA QUESTÃO 11 LETRA B

CONCURSO CAIXA 2021 CURSOS, APOSTILAS E INFORMAÇÕES

APOSTILA PM-CE 2021

APOSTILA TJ-RO 2021 NÃO PERCA!!

APOSTILA POLÍCIA PENAL MG 2021

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *